História – Curitiba
Sobre o curso Perfil História do curso Vagas Saiba mais Palestra Contato Vestibular Homepage Voltar Cursos relacionados

Sobre o curso

Objetivos:
O curso de História pretende oferecer à comunidade uma proposta de formação profissional condizente com o projeto de uma universidade pública e cidadã para o novo milênio, com conteúdo ético-humanista, plural e eclético, atenta às demandas sociais contemporâneas, capaz de qualificar o formando em História com conteúdos, competências e habilidades concernentes à sua área de conhecimento. Tal formação tem o objetivo de desenvolver no/a estudante a reflexão intelectual autônoma, a formação qualificada e as práticas essenciais ao ensino, pesquisa, produção e divulgação do conhecimento histórico.

Desta maneira o Curso de Graduação em História define como seus principais objetivos:

  • Propiciar aos estudantes a compreensão do mundo em que vivem, a partir do conhecimento das experiências vividas pelas diferentes sociedades, em tempos e espaços diversos.
  • Capacitar profissionais para a docência em História nas séries finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio, por meio de uma sólida e bem articulada formação ético-científica e pedagógica que reflita a integração entre ensino e pesquisa do conhecimento histórico.
  • Promover o conhecimento das principais vertentes teóricas que embasam as análises históricas, de forma a que os egressos possam acompanhar os avanços metodológicos da educação e da pesquisa histórica.
  • Produzir e difundir o conhecimento histórico, utilizando diferentes linguagens e suportes.
  • Trabalhar com a História numa perspectiva interdisciplinar, possibilitando a interlocução com outras áreas de conhecimento.
  • Habilitar profissionais capazes de atuar com competência e empreendedorismo nos novos campos de atuação emergentes.

Características:
O curso de História tem duas habilitações: Bacharelado, com disciplinas que aprofundam diferentes temáticas históricas e a prática da pesquisa em diferentes tipos de instituições, como museus e arquivos, dentre outros; e Licenciatura, com a mesma formação para a pesquisa e a habilitação de exercer a docência em nível fundamental e médio.

O que você irá encontrar?
O/A estudante do curso de História receberá a preparação para o exercício do trabalho de historiador/a em todas suas dimensões, o que implica o pleno domínio da natureza do conhecimento histórico e das práticas fundamentais de sua investigação, produção e difusão. Desse conceito decorre o estabelecimento de ingresso único para a graduação em História. As competências e habilidades específicas do licenciado e do bacharel são desdobramentos deste perfil integral do historiador e as referidas modalidades são escolhidas durante o curso a partir do quinto semestre.

Esse modelo de formação conjunta do bacharel e do licenciado até o quarto semestre do curso deve ajudar a encurtar a enorme distância que há entre as práticas e os saberes históricos produzidos e debatidos no espaço da Universidade e aqueles ensinados nas escolas de ensino fundamental e médio.

O curso de licenciatura possui 3290 horas de formação (9 semestres = 4,5 anos), e o curso de bacharelado possui 2600 horas (8 semestres = 4 anos). Nos 4 primeiros períodos os alunos cursarão as seguintes disciplinas:

  • Disciplinas de conteúdo histórico – História Antiga, Medieval, Moderna, Contemporânea, da América, da África, do Brasil e do Paraná; além de disciplinas que contemplam eixos temáticos, como História e Direitos Humanos, e Patrimônio Cultural e Ambiental.
  • Disciplinas que permitem distinguir as particularidades da área da história e ao mesmo tempo possibilitam o seu diálogo com outras áreas – tais como as disciplinas de Teoria da História, Pesquisa Histórica e Antropologia. Além disso, os alunos devem cursar ao longo de todo o curso, independente da habilitação, disciplinas optativas e de laboratório que versam sobre diversos temas e períodos históricos.

Uma parte da carga horária é constituída de atividades formativas, que compreendem a participação em eventos científicos, estágio não obrigatórios, voluntariado, dentre outras atividades que valorizem a participação do/a estudante na vida universitária.

A partir do quinto período, os/as discentes que optarem pela habilitação em Licenciatura, cursarão:

  • Disciplinas que permitem articular a formação comum a todos os professores e aquela específica do professor de História: História da Educação, Psicologia da Educação, Didática, Política e Planejamento da Educação Brasileira, Organização do Trabalho Pedagógico na Escola, Metodologia do Ensino da História, Pesquisa e Ensino de História, Prática em Docência em História, Libras, Recursos Pedagógicos I e II.
  • Disciplinas que permitem articular os conhecimentos históricos aos princípios filosóficos, educacionais e pedagógicos que fundamentam a ação educativa: Didática, Metodologia do Ensino da História, Pesquisa e Ensino de História, Prática em Docência em História.

A partir do quinto período, os/as discentes que optarem para habilitação em Bacharelado, cursarão:

  • Disciplinas que possibilitam a articulação entre as dimensões teóricas e práticas da formação do pesquisador em história, ou seja, que possibilitam ao pesquisador em formação consolidar, aprofundar ou questionar a partir de sua própria prática, durante os diversos estágios de pesquisa, os conhecimentos adquiridos ao longo do curso: Estudos Dirigidos I e II, assim como as disciplinas de Pesquisa Histórica I e II.

Perfil

Estudante:
gif de uma jovem em uma biblioteca, ela carrega uma bolsa no ombro e está pegando vários livros das prateleiras e colocando na sacola

Quem deseja cursar História precisa gostar de ler, investigar, escrever e se comunicar. A leitura não é somente de textos escritos (acadêmicos, literários, de divulgação geral), mas também dos mais variados tipos de produções imagéticas, digitais, audiovisuais e materiais, a serem analisados de maneira crítica, a partir de seus contextos de produção, circulação e recepção/ressignificação.

A pessoa que deseja cursar História também deve ter vontade e curiosidade para investigação, pois a pesquisa é uma das principais atividades historiográficas, independente da habilitação em licenciatura ou bacharelado.

Já a escrita é requisitada para produção de artigos, ensaios, monografias, e textos de divulgação científica geral na análise e síntese de reflexões sobre as realidades do presente e do passado. O/A historiador/a não estuda somente o passado, mas estuda os seres humanos no tempo, e seus interesses podem abranger uma série de temas e tempos históricos, incluindo os mais recentes.

A comunicação dos conhecimentos históricos é necessária para as duas habilitações – além da escrita, o curso exige a apresentação oral de seminários, minicursos, comunicações, além de abrir a possibilidade para a divulgação nos meios digitais.

Profissional:
gif da youtuber e estudante de história Debora Aladim. Ela diz
O/A profissional de História egresso do Curso de Graduação em História da Universidade Federal do Paraná deverá estar capacitado/a ao exercício do Ofício de Historiador/a, em suas variadas dimensões, o que supõe o domínio do conhecimento histórico e das práticas essenciais de sua produção e difusão. Face às demandas da sociedade, o/a profissional de História deverá estar em condições de atuar na extensão de seu campo de conhecimento, a saber: no ensino em todos os níveis (fundamental, médio e superior), na pesquisa, na criação de instrumentos/materiais capazes de dar publicidade à produção e na atividade de assessoramento e consultoria.

O/A professor/a de História deve estar em constante atividade de pesquisa juntamente com seus alunos e suas alunas, possibilitando a dinâmica da aprendizagem e permitindo a descoberta do novo, a produção de materiais de difusão do conhecimento, a reelaboração crítica e teórica dos conteúdos ministrados e a desconstrução dos saberes inaugurados por determinados grupos de interesse que querem consolidar e naturalizar certas práticas históricas.

O/A bacharel/a em História deverá estar capacitado/a ao exercício do trabalho de historiador/a, em todas as suas dimensões, o que pressupõe o pleno domínio da natureza do conhecimento histórico e das práticas essenciais de sua investigação, produção e difusão. Deverá estar em condições de suprir demandas sociais específicas relativas ao seu campo de conhecimento, como a pesquisa histórica, a produção do conhecimento e sua difusão, não só no âmbito acadêmico, mas também em instituições de natureza diversa, conservação do patrimônio, assessoria a entidades públicas e privadas como museus, arquivos e centros de documentação e pesquisa.

História do curso

O Curso de História da UFPR foi criado em 1938 e reconhecido pelo Decreto 5756 de 04 de julho de 1940. Orienta-se por dois objetivos principais: fomentar a interdisciplinaridade e dotar o estudante de um conhecimento plural no que concerne às diversas linhagens teóricas a partir das quais se pode compreender a história. Ele visa formar profissionais para práticas de ensino, pesquisa, produção e divulgação do conhecimento histórico. É um curso que busca dialogar e interpretar o seu tempo, procurando acompanhar as mudanças de sua área de conhecimento e da própria sociedade, o que se reflete na inserção no mercado de trabalho dos profissionais que forma.

Vagas

Saiba mais

Selo “Aqui Tem”: este curso possui Programa de Educação Tutorial (PET), Programa Institucional de Monitoria e Programa de Voluntariado Acadêmico (PVA).

O curso de História vespertino desenvolve uma série de projetos e eventos de extensão, além de possuir núcleos, centros de pesquisa e programas de formação para docência e para pesquisa, que agregam alunos do curso vespertino e alunos do curso noturno de História – Memória e Imagem (bacharelado). Dentre eles destacamos:

PET-História – Programa de Educação Tutorial: é um programa financiado pelo CNPq que visa promover e auxiliar as atividades extracurriculares direcionadas pela tríade “Ensino, Pesquisa e Extensão” no âmbito acadêmico, buscando a formação diferenciada pelo caminho da integração propositada e pertinente entre os grupos da Instituição de Ensino Superior (IES). Cada grupo PET é formado por discentes bolsistas e não bolsistas e um(a) tutor(a) docente responsável pela orientação das atividades realizadas. Além disso, o grupo desenvolve pesquisas coletivas e individuais, assim como realiza oficinas e variados eventos – como palestras, diálogos e debates – tanto direcionados ao âmbito acadêmico como de acesso à comunidade externa. Atualmente o PET-História possui 12 bolsistas e desenvolve o projeto: “Mundo do Trabalho”. Clique aqui para mais informações.

Iniciação Científica: há também pesquisas individuais desenvolvidas por bolsistas de Iniciação Científica, remunerados (pelo PIBIC-CNPq ou Fundação Araucária) e voluntários, orientados por professores/as do Departamento de História – No edital 2020-2021, o curso de História possui vespertino possui 20 bolsistas.

Evento “Diálogos sobre História”: o evento de extensão coordenado pelo Prof. Dr. Otávio Luiz Vieira Pinto acontece de 03 a 30 de setembro, e conta com 90 minicursos. Ao todo, já foram mais de 30 mil inscrições abrangendo público externo à UFPR, em especial alunos do Ensino Médio. Mais informações: http://www.dialogoshistoriaufpr.com.br/.

Projeto de extensão AfroCuritiba: coordenado pela Profa. Dra. Joseli Nunes Mendonça, o projeto é um percurso histórico realizado no âmbito de um Projeto de Extensão da Universidade Federal do Paraná. Também contou com apoio da CAPES, por meio do Edital Memórias-Biografias (2017-2019). Nosso objetivo é identificar e divulgar locais relacionados com a história da presença negra em Curitiba, no período de vigência da escravidão, no Pós-Abolição e na contemporaneidade. Todos os pontos que dele fazem parte foram definidos a partir de pesquisas históricas, realizadas na UFPR ou em outros centros de estudos. Você pode conhecer esses espaços de história dos negros na cidade navegando pelo mapa ou fazendo um passeio presencial, com mediação da equipe. Acesse o site e confira também o vídeo no Youtube.

Projeto de extensão “Cultura Material e Gênero: História das Mulheres no Museu Paranaense”: coordenado pelas Profa. Dra. Priscila Piazentini Vieira e Profa. Dra. Renata Senna Garraffoni,foi uma experiência de extensão, e contou com a parceria entre o Departamento de História (DEHIS) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e o Museu Paranaense (MP), nos anos de 2017 e 2018. Em 2017, promoveu a seleção de estudantes das graduações em História da UFPR para realizar a pesquisa e levantamento de material dentro do acervo do MP; realizou eventos direcionados tanto ao público mais especializado das universidades da região como à comunidade em geral. Foram dois tipos de eventos: as Oficinas, de caráter mais acadêmico sobre temas caros ao projeto, tais como gênero, cultura material, memória, história e cultura negra; as Rodas de Conversa, com o objetivo de escutar mulheres da região que contribuíram, com o relato de suas experiências, para organizar e construir uma memória de luta e resistência e, também, proposições para novas abordagens do Museu. Uma das principais atividades de 2018 foi a curadoria da exposição temporária intitulada “As histórias das mulheres a partir do acervo do Museu Paranaense”. Acesse o blog e o Facebook do projeto para saber mais!

Centro de Documentação e Pesquisa de História dos Domínios Portugueses (CEDOPE): foi criado em 1998 e desenvolve pesquisas nas áreas de História Moderna, História da Ciência, História do Brasil dos períodos Colonial e Imperial e História do Império Português. Com uma periodicidade bienal, são organizadas as Jornadas Setecentistas, com o objetivo de oferecer espaço para a comunicação de resultados de pesquisas recentes, proporcionando troca de experiências e estimulando a realização de novas pesquisas. O CEDOPE possui publicações especializadas e acervo documental considerável, na maior parte em suporte digital; computadores para consulta local do acervo, além de leitoras de microfilmes e uma digitalizadora de microfilme.

Núcleo de Estudos Mediterrânicos (NEMED): foi criado no ano de 2002, e tem como principal eixo temático o estudo das realidades políticas, culturais e sociais daquele espaço denominado no mundo clássico tardo-antigo e medieval como a oikumené ou civilitas greco-latina. Além de contar com acervo próprio de revistas especializadas na área de História Antiga e Medieval, publicadas na Espanha, França, Portugal, Argentina, Chile e Brasil, o NEMED possui um variado corpus de fontes manuscritas tardo-antigas em microfilmes, além de materiais digitalizados de fontes latinas. O NEMED organiza anualmente os Diálogos Mediterrânicos, evento de extensão aberto a alunos de graduação e de pós-graduação e do qual participam pesquisadores brasileiros e estrangeiros.

Núcleo de Estudos de Gênero (NEG): existente desde 1994, congregando pesquisadores de outras quatro instituições, a UNILA, a UNICENTRO-PR, a UEPG-PR e a Universidade de Holguin, em Cuba. Trata-se de um grupo de estudos e de pesquisas de caráter interdisciplinar, contando, atualmente, com 13 pesquisadores, sendo 10 da UFPR. Clique aqui para saber mais.

Núcleo de Estudos Futebol e Sociedade: grupo acadêmico interdisciplinar de estudos e pesquisas que congrega professores, alunos de graduação e pós-graduação de diversas instituições de ensino superior do Paraná, como a UNICEMP-PR e a UEPG-PR, além do curso de Educação Física da UFPR. Clique aqui para saber mais.

Núcleo de Pesquisa em Religião (Nupper): fundado em abril de 2003, é um grupo de investigação científica independente que objetiva, sob a ótica interdisciplinar das ciências humanas, analisar o fenômeno religioso em sua unidade e diversidade. Reunindo pesquisadores/as de diferentes universidades (UFPR, PUCPR, UEL, UNICENTRO, etc.), o Nupper realiza a cada dois anos o Seminário Religião e Sociedade, e edita a revista Relegens Threskeia.

Núcleo de Artes Visuais (NAVIS): é um grupo interinstitucional de pesquisa voltado à investigação, discussão e difusão do campo das artes visuais, com ênfase na reflexão teórica, histórica e crítica dos processos de produção, circulação e recepção da visualidade moderna e contemporânea. Acesse o site e saiba mais!

Palestra

Contato

E-mail:

coorhis@ufpr.br

karinabellotti@ufpr.br


Telefone:

55-41-3360-5105


Site:

http://www.humanas.ufpr.br/portal/historia/


Local:

Universidade Federal do Paraná – UFPR

Departamento de História/UFPR

Rua General Carneiro, 460, 6o andar
Centro, Curitiba PR/Brasil

Vestibular

Homepage

Voltar

Cursos relacionados

*Dados fornecidos pela Coordenação do Curso e pela Pró-reitoria de Graduação (Prograd), sujeitos a alteração sem aviso prévio. Para fins legais, e para qualquer divergência de informação, vale o que está disposto nos editais oficiais do Processo Seletivo 2020/2021 publicados pelo Núcleo de Concursos.

Escolheu seu curso?! Então baixe seu certificado e compartilhe no Instagram e no Facebook!

Compartilhe esta página nas redes sociais!
Universidade Federal do Paraná
UFPR: Cursos e Profissões

Rua XV de Novembro, 1299 - Centro
80.060-000 | Curitiba | PR
+55(41) 3360-5000
Redes Sociais - Feira de Cursos e Profissões
Universidade Federal do Paraná
UFPR: Cursos e Profissões

Rua XV de Novembro, 1299 - Centro
80.060-000 | Curitiba | PR
+55(41) 3360-5000

Feira de Cursos e Profissões nas Redes Sociais